30 Dicas Que Você Precisa Saber Para Chegar ao Bordado Perfeito

QUAL DIFERENÇA ENTRE RICHILIEU, CRIVO, E RENDA

RICHELIEU: é bordado no tecido (da SUA ESCOLHA), depois que marca o desenho no tecido, recorta algumas partes, para completar o desenho E NÃO MUDA O TIPO DE AGULHA.
Gripir ou RENDA: você borda na entretela solúvel, TULE, OU CHIFFON (voal também) que depois fica igual a uma renda e nao muda o tipo de agulha.
CRIVO: é bordado sobre tecido da SUA ESCOLHA, em determinada etapa você troca a agulha por uma AGULHA ASA (TEM UM ASA OU UMA BARRIGA dos dois lados) para fazer os furinhos.

MÁQUINA DE BORDAR X DEFINIÇÃO DE PONTOS

Uma da minha duvida com relação aos bordados que eu produzia é sobre como melhorar a qualidade de pontos nos bordados, principalmente aqueles menores, nos quais se necessita da mais extrema qualidade e definição.

Precisamos avaliar alguns pontos para chegar ao bordado perfeito.

1º) Programação do bordado: Uma matriz perfeita, com a quantidade de pontos equilibrados e regular, conta com 1/3 do caminho para um belo acabamento.

2º) Qualidade da máquina de bordar: a manutenção da maquina e limpeza influencia diretamente na qualidade dos pontos. A falta de limpeza e manutenção pode fazer você perder o seu projeto.

3º) Espessura da agulha: Para quem esta começando agora e até mesmo para os profissionais, traz muita duvida. E vemos muitas produções com o uso da agulha de mesma espessura para qualquer tipo de bordado. E podemos melhorar a qualidade do bordado apenas trocando a agulha (colocando uma agulha mais fina no momento de bordar uma logo marca pequena). Você verá que, com o uso de uma agulha mais fina, o tecido sofrerá menor agressão, o que certamente lhe dará melhor definição no bordado.

4º) Escolha da linha de bordar: Esta seria como a cereja do bolo. É ela que deixará seu bordado mais bonito, com brilho, e também diminuirá a quantidade de quebras de linha. Quanto menos quebra de linha, mais produção e também melhor qualidade, já que será diminuída a quantidade de emendas no bordado. Uma boa linha terá de ter uma lubrificação que facilite a passagem pelos tensores e também uma boa elasticidade, sem falar no brilho. Por falar em qualidade na definição, podemos usar também uma linha mais fina. Hoje, normalmente usamos a linha de poliéster 120, mas você poderá usar também a linha de espessura 150, que, sem dúvida, dará maior definição, pois seus fios são mais finos que os da 120.

5º) Entretela para bordar: Use sempre entretela com boa gramatura, pois é ela quem dará mais sustentação ao bordado e permitirá que os pontos consigam se distribuir uniformemente. Note que, sempre que você borda em um tecido mais grosso, os pontos tendem a ficar melhores que nos tecidos mais finos. Isso se deve à maior sustentação dos pontos, por isso use uma entretela que lhe dê mais sustentação em caso de tecidos mais finos. Na hora de posicioná-la nos bastidores, certifique-se de que ela esteja bem tencionada, não a deixe frouxa e use-a no bastidor inteiro em vez de usar somente uma faixa, como é costume na maior parte das produções.

TÉCNICAS PARA EVITA REPUXO NO BORDADO
Dicas e técnicas para criar desenhos de bordados

Bordando grandes áres:

Ao bordar uma grandes área com ponto satin, a área bordada poderá encolher posteriormente, dependendo do tecid e do tipo de linha ultilizados. Se isso acontecer ultilize esse metodo alternativo: Selecione o ponto e ultilize uma entretela no lado avesso do tecido.

Ao ultilizar o ponto satin em uma área grande, em algumas maquinas a agulha se mover para fora da posição aproximandamente 10mm. Para evitar que isso aconteça, ultilize o metodo alternativo mencionado abaixo.
Direção da costura: para reduzir o encolhimento, selecione uma direção de costura perpendicular ao maior lado área.

Tipos de pontos usados na criação de bordados
Ponto Manual
É um ponto definido pelo usuário pois onde houver um clique com o mouse o ponto será fixado.

Usado para unir partes distintas de um bordado e fazer pequenas correções, respeitando um tamanho máximo estipulado, sendo que se este tamanho for ultrapassado o software o entenderá como um saltaponto.

O saltaponto é um ponto onde o bastidor se desloca mas a agulha não desce. Isto serve para fazer um movimento sem que faça costura, mas também pode realizar um corte de fio dependendo do número de saltapontos consecutivos que serão gerados pelo sistema e que deverão coincidir com o parâmetro correspondente da máquina de bordar. Este tipo de ponto é normalmente utilizado para se deslocar de uma área para outra do bordado.

Pesponto

É utilizado para fixar o tecido com a entretela, com objetivo de minimizar o encolhimento do tecido, esta costura deverá ser feita no sentido contrario ao preenchimento do bordado ou 45 graus em relação ao sentido do preenchimento
É uma sequência de pontos que mantem um padrão (tamanho) e número de repetições,determinado pelo usuário:

1 passada de linha

É possível aumentar o número de passadas para três, assim teremos um pesponto triplo ou pesponto de três (Utilizado para contornos e pequenos detalhes).

3 passadas de linha

Satin
Também conhecido por Zig-Zag, é um tipo de ponto no qual os pontos são fixados somente nas bordas (Utilizado para preencher áreas estreitas, para construção de letras e para contornos).
Larguras sugeridas..: Minima = 1,2 mm – Maxima = 8,0 mm

Tatâmi
Também conhecido por Matizado, é um tipo de ponto que tem por objetivo preencher áreas que o satin não poderia preencher devido o tamanho da área e a largura do ponto; Produz um efeito visual diferente do satim, há também vários efeitos de tatâmi. ( indicado para áreas acima de 8 mm)

Zig-Zag
Similar ao Satin é um tipo de ponto no qual os pontos são fixados somente nas bordas, o Zig-zag é mais utilizado em bordados com aplique, devido suas linhas de preenchimentos serem inclinadas, diferente do satin onde uma linha é reta em 90 graus e a outra inclinada.

Para fazer um aplique:
1º- Faça uma costura com pesponto em volta da área a ser aplicada para que o operador da máquina saiba onde ira inserir o aplique.
2º- Insira um comando de parada para que o operador coloque o material a ser aplicado.
3º- Faça uma costura com Zig-zag para que o material permaneça fixado no bordado.
4º- Termine com um acabamento em Satin.

Ajuste de pontos

Densidade
A densidade é determina pela distância entre as linhas que compõem uma área (Pode ser utilizado para aumentar ou diminuir o número de pontos de uma área).
Obs.: Como se pode notar quanto maior o valor da densidade menor é o número de pontos que compõem a área.

Comprimento
O maior ponto que uma máquina de bordar é capaz de fazer mede 12,7mm e o menor mede 0,1mm, mas não é viável utilizar os pontos nesses extremos pois se você fizer um ponto acima de 7,0 mm este poderá ficar solto e com maior facilidade de ser rompido, e se o ponto for muito pequeno, menor que 0,3 mm, a máquina não irá render e causará em muitas quebras de linha ou até mesmo quebra de agulha.
Portanto os valores de comprimento de ponto viáveis para se trabalhar estão entre 0,4 mm e 7,0 mm. Obs. Por isso que se usa filtrar o bordado, retirando os pontos menores que 0,3 mm.
Fonte: maionemenezes.wordpress.com