5 Dicas para Valorizar seu Artesanato

Existem várias dicas que podem ser aplicadas a qualquer tipo de artesanato com a finalidade de deixar a sua peça mais valorizada, mas antes de tudo é importante deixar claro o real significado da palavra valorizado. Ela deriva da palavra valor e quando falamos de valor não estamos falando de preço….

O valor é medido de forma subjetiva!

Frequentemente muitos artesãos se perguntam o motivo de ter tanta gente no Brasil que desvaloriza o artesanato, mas eu te pergunto, será que isso real ?

Isso é uma questão difícil de responder porque existem vários fatores que levam uma pessoa a gostar ou não de um determinado tipo de artesanato. Uma pessoa pode desvalorizar uma peça feita em Crochet, mas pode ficar louca para comprar um pote de cerâmica com ilustrações que remetem as pinturas Gregas.

A questão é que a sua mente não deve estar focada nas pessoas que não valorizam o seu artesanato, porque existem outras tantas que admiram. Foque nas pessoas que admiram o seu trabalho e deixe as outras pessoas seguirem o seu caminho. Você NÃO tem agradar todo mundo!

Agora eu gostaria de compartilhar com você 5 dicas para você aplicar hoje mesmo, nas suas peças, com o objetivo de deixar todas elas mais valorizadas e admiradas.

#1 Encontre a Pessoa Certa


Pare um pouco e pense, onde estão as pessoas que você acredita que valoriza o tipo e o estilo do seu artesanato? Onde elas compram com frequência? Será que elas estão no shopping, papelaria, na feira, no mercado ou na Internet?

…Não existe uma resposta única, para cada um existe uma resposta diferente e você precisa compreender onde e principalmente quem são essas pessoas que enxergam valor e verdadeiramente usufruem dos benefícios do seu artesanato.

Quais os benefícios que a sua peça oferece? Por mais que algumas pessoas amem artesanato, elas não vão comprar a sua peça só porque ela é artesanal, e nem adianta baixar o preço. Ela só compra quando enxerga o benefício que a sua peça tem a oferecer para a vida dela.

#2 Pense no Design

A qualidade visual é um dos fatores que influenciam na valorização do seu produto.Você tem que aprender a manipular os elementos visuais (cor, forma, proporção, textura etc) com a finalidade de deixar o seu artesanato com as características admiradas pela pessoa que irá receber o seu produto e ao mesmo tempo tem que deixar uma linguagem própria para que o seu artesanato seja diferenciado.

Um exemplo fácil de entender: Quando fazemos artesanato para o público masculino geralmente não usamos a cor rosa ou desenhos de flores porque eles não valorizam esses elementos. Isso é o básico que todo mundo deve saber, mas o que a maioria não consegue fazer é trabalhar com esses elementos para criar um linguagem única, diferenciada e harmônica para que juntos passem a percepção de maior qualidade visual.

O mesmo pensamento se aplica quando trabalhamos com formas. Será que vale a pena retratar uma flor com cara de flor? Ou é melhor estilizar e criar uma linguagem única no seu trabalho?

Que tal trabalhar com uma proporção diferente do convencional deixando a sua peça mais alongada, encolhida ou com um corte diferente. Experimente até chegar a uma proporção mais agradável e diferenciada.

#3 Use Materiais de Luxo

 


Uma outra forma de aumentar o valor percebido do seu artesanato é incluindo materiais considerados de luxo. Esses materiais tem que ser utilizados de modo que dê um toque a mais nas suas peças, nada de exagerar, ok? O ideal é trabalhar os detalhes de modo que fique uma composição agradável.

Mas que materiais de luxo vou utilizar?

Você pode trabalhar com peças de ouro, prata, couro etc. Ou com materiais que são um pouco mais caros do que o que você utiliza, mas que tenha uma característica perceptível diferenciada que justifique o preço mais alto.

Você tem que lembrar que isso será um investimento que no final será pelo cliente e não por você.

#4 Use Embalagens Atraentes

Outro diferencial que não só pode, mas de fato aumenta a percepção de valor no seu trabalho é a embalagem. A embalagem tem 3 funções, a primeira é a de transportar o seu artesanato. A segunda é de proteger a sua peça contra fatores externos que poderiam danificar a sua obra. E a terceira é comunicar.

Sim! A embalagem fala!

Ela fala o quanto o seu artesanato foi cuidadosamente criado e se entrar em contato direto com as preferencias estéticas da pessoa que irá adquirir a sua peça. Essa pessoa pode ficar em estado de êxtase ao ver a embalagem do seu artesanato e muitas delas não querem jogar fora.

E isso também vale se você quer dar o seu artesanato de presente, se você prepara uma embalagem bem feita a pessoa que irá receber irá valorizar ainda mais o seu trabalho.

#5 Personalize seu Produto

 

O nome é uma dos elementos de personalização de maior poder e influência que pode deixar uma peça mais valorizada ou não. Um exemplo disso são as garrafinhas personalizadas da Coca-cola, antigamente todo mundo jogava as garrafinhas fora, mas hoje em dia todo mundo gosta de guarda uma garrafinha com o seu nome.

E você pode trazer essa mesma característica ao seu artesanato. Eu não sei qual o tipo de artesanato que você faz, mas eu tenho certeza que existem maneiras de você personalizar a sua peça colocando o nome da pessoa, cores personalizadas e adicionando alguns outros detalhes que seja escolhido pela pessoa que irá comprar ou ganhar a sua peça.

Mas esses elementos não podem ser colocados de qualquer jeito, eles tem que ter um toque especial.

Conclusão

Você tem que mostrar o valor que a sua peça oferece seja falando ou escrevendo. Você precisa comunicar as pessoas qual o diferencial do seu produto e quais características suas peças possuem que os diferenciem dos demais. Mostre que o seu produto é único nesse mundo e faça as pessoas enxergarem o real valor do seu trabalho.

O seu trabalho não acaba quando você termina de fazer a sua peça…ele vai muito além..

Fonte:  artecompapel.com