51 Diretrizes Práticas de Crochê Muito Úteis Que as Vezes Deixamos de Lado

Para que suas peças de crochê tenha sempre ótima aparência, algumas dicas:

– Utilize sempre a agulha adequada para cada fio;

– Tenha sempre as mãos limpas ao trabalhar;

– Quando necessário, lave a peça com sabão neutro, cuidadosamente, sem esfregar. Nunca deixe de molho;

– Enxague diversas vezes até retirar completamente o sabão;

– Não torça. Esprema a peça repetidas vezes para tirar o excesso de àgua;

– Nunca use o ferro de passar roupas diretamente sobre o trabalho;

– Acerte os bicos e detalhes e passe o ferro levemente pelo avesso da peça, sempre protegida por um pano fino e limpo;

– Não pendure. Seque a peça sobre um local plano;

– Com a peça ainda úmida acerte suas medidas e formato;

– As peças de decoração podem receber uma goma leve;

– As peças de vestuário depois de enxaguadas podem receber amaciante.

Dica de como endurecer crochê

Para endurecer peças de crochê existem à venda diversos produtos à base de resina. Mas há também algumas receitas caseiras que dão ótimo resultado.

Apresentamos abaixo duas dicas de receitas caseiras para endurecer trabalhos de crochê:

1-Levar ao fogo 2 colheres (sopa) de açucar, 2 colheres (sopa) de água até derreter o açúcar e ficar uma calda rala. LONGE DO FOGO juntar 2 colheres de álcool líquido. Mergulhe com cuidado o crochê na calda ainda quente. Moldar no formato desejado e secar ao sol.

Quando seca, fazer nova goma e aplicar com pincel, molhando bem a peça. Repetir o processo mais uma vez. Depois de completamente seca, passar uma demão de verniz.

2- Preparar um mingau com 1 litro de àgua, 3 colheres (sopa) de polvilho doce e 1 colher (sopa) de vinagre. Mergulhar a peça nesse mingau e escorrer.

Quando ainda úmida e moldar no formato desejado.

Para moldar as peças podem ser usados copos, tijelas, vidros e embalagens plásticas de diversos formatos. Com crochê endurecido podem ser feitos cestinhos, caixinhas, fruteiras, cachepôs e muito mais.


Outra maneira de endurecer o crochÊ em casa

Receita: 2 medidas de cola branca; 1 medida de água; e 1/2 medida de ácool.

Mistura-se tudo, embebe-se o trabalho na mistura e enforma-se num objeto devidamente envolto em plástico para não colar), do qual queiramos que o trabalho obtenha a forma.

Deixar secar. Depois de seco, passar uma demão de verniz acrílico fosco ou brilhante, ou o verniz vitral.

Ponte falso

Quando um trabalho é iniciado com correntinhas para a base, é comum o ponto ficar apertado no início da peça e mais solto no final, mesmo que seja usada uma agulha de número maior para fazer o fio de correntinhas iniciais.

– Para iniciantes em crochê, o ideal é usar linha ou lã grossa, ou ainda cordão grosso, que facilita o manuseio e a visualização dos pontos.
– A primeira carreira é a mais difícil porque as correntinhas de base, geralmente, ficam muito apertadas ou próximas umas das outras, dificultando a inserção da agulha. Então, eu sugiro usar uma agulha de um número maior do que aquele indicado no rótulo do fio, para dar folga. Em seguida, na segunda carreira, usar o número da agulha indicado.

– Se você tem o ponto apertado, utilize agulha mais grossa do que a indicada no rótulo da linha, lã, etc. Exemplo: se é indicada agulha nº 1,25, utilize agulha 1,5; se é indicada agulha nº 2, utilize agulha nº 2,5 e assim por diante.

– No começo de cada carreira deve-se substituir o 1º ponto por uma quantidade correspondente de correntinhas. O quadro abaixo indica o número correto de correntinhas para virar e as posições necessárias da agulha para todos os pontos e carreiras subsequentes.

quadro_numero_correntinhas-croche-pontos

– Se o trabalho começa por alguns pontos mais para dentro, então faça p.bxmo. até chegar ao ponto desejado. O p.bxmo. não interfere no trabalho. Em trabalhos circulares, sempre feche a carreira fazendo p.bxmo. na última correntinha que substitui o 1º ponto da carreira.

– Sempre deixe uma boa folga de fio no começo do trabalho, caso seja necessário acrescentar algumas correntinhas no início.


– A tensão do ponto deve ser conferida cuidadosamente antes de começar o trabalho, pois somente a tensão correta assegurará o tamanho certo da peça terminada. Antes de iniciar o trabalho, siga a recomendação dada na receita sob o título de “Tensão”. A palavra tensão é usada para indicar o número de pontos e carreiras feitos dentro de uma medida fornecida. Esta informação é importante já que ela estipula o tamanho terminado da peça que você vai confeccionar. Como um exercício prático, sugiro que você confira sua tensão como segue:

Faça uma amostra com 25 corr. e trabalhe 2 carreiras de p.a. Coloque um alfinete em cada lado dos 15 p.a. centrais e meça a largura . Se a medida for maior do que 3 cm você deve trabalhar o ponto mais apertado. Se for menor do que 3 cm, você deve trabalhar mais frouxamente. Continue conferindo até conseguir a largura correta. Se necessário, troque a numeração da agulha para conseguir a tensão correta.

Abaixo confira mais algumas dicas incríveis

dicas-de-croche

dicas-de-croche2

dicas-de-croche3

dicas-de-croche4

dicas-de-croche5

dicas-de-croche2

Mais Dicas para seus trabalhos em Crochê

1. Ao iniciar um trabalho em crochê (que não seja circular) use uma agulha mais grossa para fazer as correntinhas iniciais, isto evita que seu trabalho fique “sanfonado” ou com a parte inferior menor. Uma outra forma de contornar este problema é fazendo uma carreira de ponto baixo, mas nem sempre isto é possível de acordo com o modelo.

2. Para que seu trabalho circular ou redondo não fique “cofo” ou enrugado, na 1ª carreira do círculo coloque sempre o número de corr. x 2, na 2ª carreira faça sempre o dobro de pontos da 1ª e na 3ª pode ir aumentando de 3 em 3 pontos. Os aumentos devem ser regulares em cada carr.

3. O problema de se trabalhar com fio colorido juntamente com uma linha na cor cru ou branco é o perigo de desbotar. Contudo, a lã colorida é o único fio que eu conheço que não desbota com água sanitária. Experimente!

4. Trabalhos em crochê, principalmente em barbante, ficam mais firmes depois de lavados. Por isto, é interessante borrifar a peça com água e passar com ferro, o que dá um efeito engomado e muito bonito. (tenha o cuidado de passar com um pano por cima para evitar que a cola que solta suje o seu ferro).

5. Para que suas amostras não se percam, pegue um tecido e vá fazendo um barrado em volta dele com seus pontos, bicos, flores ou quadradinhos.

6. Evite dar nós ao emendar a linha. Ao terminar um ponto, puxe a linha que acabou. A seguir introduza a agulha no mesmo lugar onde puxou a última linha e lace a nova linha (geralmente nas últimas duas linhas da agulha). Segure a suas pontas e siga trabalhando sobre as pontas para esconder.

7. É importante fazer moldes de papel para algumas peças que variam de tamanho nos modelos. A tampa do vaso nos jogos de banheiro, por exemplo. É só colocar o jornal por baixo da tampa, fechar sobre o vaso e cortar em volta.

8. Quando for contornar um trabalho com ponto baixo, utilize uma agulha mais grossa do que a usada para fazer a peça. Isto dá um melhor acabamento à sua obra.